Tudo o que precisa de saber sobre detetores de metais para garantir a reputação da sua marca.

Os detetores de metais vieram facilitar as regras de segurança na indústria alimentar. A higiene na indústria dos alimentos é uma das maiores preocupações dos gestores. No limite, e como já aconteceu, pode arruinar a reputação de uma marca e obrigar a recolher toneladas de produto. Em 2013, a gigante Kit Kat viu-se obrigada a recolher produto a uma escala mundial depois de um grupo de consumidores ter reclamado e informado a empresa que encontraram corpos estranhos no seu produto. Este tema torna-se ainda mais sensível nos tempos que correm. Consumidores mais exigentes e informados. Com acesso às redes sociais, onde facilmente podem iniciar um movimento de condenação capaz de deitar por terra a reputação de uma empresa.

Na indústria alimentar, os corpos estranhos que mais comummente podemos encontrar nos alimentos são os fragmentos de metal.

Os detetores de metais identificam, essencialmente, três tipos de metal:

  • Os metais ferrosos como o ferro. Neste caso, a deteção é relativamente simples.
  • Os metais não ferrosos, como o cobre. O grau de facilidade na deteção é mais complexo mas com grande fiabilidade.
  •  Aço inoxidável, sendo frequente a contaminação liga de aço. Neste caso, a dificuldade de deteção é maior.

A última revolução do mercado dos detetores de metais introduziu a tecnologia Raio-X para garantia de segurança máxima. Os detetores de metais por Raio-X detetam o mais ínfimo fragmento, garantindo uma linha de produção 100% certificada e segura. Na Esteves Alves e Carvalho já estamos, há algum tempo, a implementar estes equipamentos e os resultados são surpreendentes. 99% dos nossos clientes dizem-se muito satisfeitos e registaram acréscimos de performance e padrões de qualidade que em poucos meses lhes asseguraram o retorno do investimento feito.

 

Na indústria de produção de alimentos, o metal é um dos materiais contaminantes mais comuns nos alimentos.

O metal pode ser surgir em todas as etapas do processamento de alimentos, já que é o material mais usado na construção de máquinas, equipamentos de manuseio e utensílios auxiliares. Algumas das fontes de contaminação mais comuns na indústria de processamento de alimentos são:

  • Parafusos soltos
  • Pedaços de lâmina
  • Etiquetas de metal

Um detetor de metais pode ser integrado na linha de produção ou utilizado no final do processo, na fase de embalamento. Na EACTECH, anos de experiência e acompanhamento, ajudam-nos a identificar a solução mais eficiente e segura, apoiando os nossos parceiros, também, na gestão preventiva e manutenção.

As 3 principais vantagens de utilização de detetores de metais:

  • A primeira, e mais importante de todas, é garantir a segurança alimentar do consumidor. As normativas de HACCP são cada vez mais exigentes e as inspeções mais regulares. Mas, acima de tudo, é fundamental zelar pela imagem da sua marca e garantir que não existirão dissabores que possam afetar reputação e negócio.
  • Não menos importante é proteger a máquina contra danos que podem afetar a sua performance e, até mesmo, causar avarias e necessidade de reparação ou substituição de peças ou partes do equipamento.
  • Finalmente, a utilização destes equipamentos permite alcançar padrões elevados de qualidade alimentar e, com isso, garantir a confiança e a preferência do mercado.

No momento de avaliar e escolher um detetor de metais, privilegie aspetos como a garantia de precisão, a facilidade de limpeza e higienização e a simplicidade e facilidade de operação. A nossa equipa é especializada em detetores de metais e pode prestar-lhe um aconselhamento personalizado e dedicado às especificidades do seu negócio. Fale com um dos nossos especialistas. Atualmente, além dos detetores de metais, os materiais detetáveis vieram, também eles, revolucionar a gestão preventiva dos parques industriais. Num próximo artigo vamos explorar este tópico e, por isso, convidamo-lo a subscrever a nossa newsletter para receber os últimos updates e tendências da indústria. Até lá, consulte o nosso catálogo de detetáveis aqui. Um detetor de metais pode ajudá-lo a garantir a segurança e a integridade de produtos não embalados, embalados ou a granel, identificando contaminantes metálicos durante o processamento ou embalamento e ajudando a garantir que não entram nos alimentos que vamos oferecer aos consumidores. Como parte do seu programa HACCP, os sistemas de deteção de metais asseguram a conformidade com os padrões de segurança alimentar (IFS, BRC e FSSC 22000), a legislação e as orientações da indústria. Andreia Lopes Project Manager andreia@eactech.pt 911 787 910 / 253 814 911 Cátia Fernandes Project Manager catia@eactech.pt 915 058 750 / 253 814 911  

Deixe uma resposta

×